O melhor dos SANTOS em 11 passos!

Santos, santos, santos!

 

É verdade, a loucura chegou aos bairros, à cidade, ao país! É altura de alegria, calor e muito convívio!

 

E porque, para muito boa gente, os santos são mais que uma tradição… são mesmo uma religião, nunca é demais relembrar o que há de melhor (ou pior) nos santos!

 

Se queres ter uma verdadeira experiência “Santos Populares à la Rede UniverCidade” tens de seguir esta lista à risca!

  • Sardinhas

sardinhaFonte: http://www.flickr.com/photos/alatryste/5828820110/

Completamente obrigatórias nos santos! Tirando a parte das espinhas e do cheiro a peixe, até que não são más!

Dica da Rede: não esperes pela noite dos Santos para comer sardinhas, são mais caras e nem sempre são muito boas! Se não conseguires resistir, ou comes em casa ou procura uma daquelas colectividades perto de ti… até podem existir no teu bairro e nem sabes!

  • Manjericos

manjericoFonte: http://cudaeuropa.tumblr.com/post/6454089060

São caros e a sua utilidade ainda está por comprovar, mas que é típico que se farta… é!

Dica da Rede: pah… esquece os manjericos! Que venham as cervejinhas!

  • Quadras

quadraFonte: http://anjodecor.blogspot.pt

E manjericos sem quadras, não são manjericos! Por isso, é altura de soltares o poeta que há em ti e começares a fazer quadras. Se não tiveres jeitinho nenhum para isso, mais vale estares calado!

Dica da Rede: se tiveres jeitinho para a arte de “rimar”, não te dediques ao hip hop (pff!). Substitui as quadras todas bonitinhas, por umas um pouco menos… “convencionais” e causa o caos!

  • Marchas

marchasFonte: http://25.media.tumblr.com/tumblr_m5j2u1r5f91qg27kwo1_500.jpg

É coisa que já está um bocado datada, é verdade! Mas, os grandes bairros espalhados pela cidade de Lisboa vibram com esta competição centenária e um ano inteiro de trabalho resume-se a uma noite de desfile, por isso… respect!

Dica da Rede: se vires alguém vestido assim… não, não estás no Carnaval… nem num bar de travestis… são as marchas!

  • Cervejinhas
SB_cervejinha

Não, não podem faltar cervejinhas! Grandes, pequenas, médias… mas sempre fresquinhas: se tudo correr bem as noites quentes não vão dar descanso!

Dica da Rede: compra cerveja àqueles vendedores ambulantes que nesta noite surgem em qualquer beco ou então, solta o trafulha que há em ti e faz uns trocos a mais (Shiuuuu….)!

  • Música pimba

Sim, muita música pimba! Aliás, devem ser as únicas noites do ano em que música pimba é aceitável e se consegue dançar!

Dica da Rede: começa já a preparar-te e ouve este clássico do Quim! Depois, se te quiseres desintoxicar, podes sempre ir aos sitios do costume e ouvir “música”!

  • Calor

summernightsFonte: http://25.media.tumblr.com/tumblr_m4i1i8vy751qjw7wwo1_500.jpg

Porque Santos é sinómino de calor e as noites quentes e longas são as melhores para ir a arraiais!

Dica da Rede: só há uma forma eficaz de resolver esta questão… começa por “C”… hehe!

  • Turistas

tourists-thumbFonte: http://www.troll.me/page/450/?s=aliens

Sim, sim: as festas populares estão recheadinhas de turistas, especialmente “bifes”.

Dica da Rede: oportunidade para travares “amizades” internacionais e largares gargalhadas com o resultado da baixa resistência ao álcool dos estrangeiros.

  • Martelos

saojoaoFonte: http://sicnoticias.sapo.pt

coisa muito típica do Porto, na noite de São João!

Dica da Rede: martelar na cabeça de quem nos aparecer tem tanto de divertido, como de terapêutico!

  • Cheiro a mij*

peestreetFonte: http://www.quickmeme.com/meme/3rbd6u/

Sempre achámos que a canção “Cheira bem, cheira a Lisboa” era altamente irónica e se há noite que comprova esta teoria é a dos Santos! Casas de banho, nem vê-las… e como bons portugueses, o lema é desenrascar! Ah, e claro, este fenómeno não é exclusivo a Lisboa!

Dica da Rede: por vezes, os habitantes dos bairros  não se importam de “emprestar” as suas instalações sanitárias. Se tiveres mesmo de o fazer na rua… pah, só podes estar bêbado!

  • Pessoas, muitas pessoas!

santos-populares-lisboa-alfama-lisboaFonte: http://priscilatasia.blogspot.pt

Prepara-te! Principalmente na “noite” dos santos vais ter de enfrentar um mar de gente. Andar vai ser difícil, encontrares facilmente alguém também, táxis para o regresso nem vê-los! Por isso, aconselhamos-te a ires com um plano bem definido, “abasteceres-te” de cervejinhas primeiro e mentalizares-te que o regresso a casa vai ser tarde!

Dica da Rede: nem sequer penses em tirar o carro do sítio numa noite de santos, o melhor mesmo é esperar pelo primeiro metro ou ir a pé para casa; o caldo verde das 8h da manhã é o que sabe melhor; se preferires uma coisa mais calma, fica pelo teu bairro ou escolhe um mais pequeno! Alfama, Sé, Castelo, Bica, Graça, a Av. dos Aliados… são, sem dúvida, os sítios mais caóticos neste dia!