Vais fazer as malas ou ficar a comer pastéis de nata?

Com o primeiro semestre acabado e o segundo quase a começar, é altura de muitos universitários fazerem as malas e porem-se a andar deste país.

Não, não vão abrir um negócio de pastéis de nata numa qualquer cidade do mundo… ainda. Por enquanto, vão sim, refrescar ideias e abrir horizontes. Falo, claro, do tão famoso programa Erasmus.

Amado por quase todos, odiado por muito poucos, o programa Erasmus tornou-se um autêntico ritual de iniciação, uma emancipação do conforto do lar. Recentemente, completou o seu 25º aniversário, com direito a comemoração com honras europeias, promovida pela Comissão Europeia.

Para a grande maioria, a experiência revela-se muito positiva, o que a mim, Burro da Rede, não me espanta muito. Hum, deixa ver…poucas aulas, poucos horários a cumprir, dinheiro na mão, com muitas noitadas e algumas cervejinhas à mistura… Deste crescimento pessoal, até um Burro gosta!

Mas, calminha, porque antes de partires existem procedimentos a executar, para que tudo corra bem à chegada. Tens de ter, pelo menos, um tecto, um seguro de saúde e, claro, a tua viagem marcada.

Antes de tudo, procura alguma informação institucional online e, também, na tua própria faculdade. Com toda a certeza, terão informação sobre o programa, como prazos a cumprir e requisitos de candidatura, nomeadamente no gabinete de relações internacionais ou de apoio ao aluno.

Para marcares a tua viagem, nada melhor do que recorreres a companhias de aviação low-cost. Famosas pelos seus preços baixos, são cada vez mais o número destas companhias que voam para grande parte das cidades europeias. O teu Burro recomenda também a TAP, que criou uma campanha específica para Erasmus, a pensar nos teus (muitos) trapinhos, podes levar mais uma mala, com máximo de 10 kg.

Depois, tens de pensar no teu bem-estar e cuidar da tua saúde. Nada melhor do que um seguro de saúde completamente gratuito e que te dá acesso a toda a rede pública, do teu país de destino: o Cartão Europeu de Seguro de Doença.

E, como ficar a viver debaixo da ponte não é muito fixe, tens mesmo de arranjar uma casa. O teu Burro preferido teve a amabilidade de fazer pesquisa sobre este assunto. Assim, recomendo-te alguns dos melhores sites da especialidade, para as principais metrópoles.

Reino Unido – http://www.spareroom.co.uk/
Madrid – http://erasmusu.com/en/erasmus-madrid/student-housing
Barcelona – http://www.roombarcelona.com/tag/erasmus
Manchester – http://www.manchesterstudenthomes.com
Milão – http://www.erasmusmilano.it/housing/
Um pouco por todo o lado – http://www.9flats.com/

Útil é, também, ter umas noções básicas da Língua do teu país de destino. Existem, mesmo, cursos intensivos vocacionados para futuros estudantes em Erasmus. Uma alternativa barata e prática são os institutos de Línguas da tua própria Universidade.

Então e agora, vais fazer as malas ou vais ficar a comer pastéis de nata?

Liga-te já ao Facebook da tua Rede e manifesta-te. Passa os olhos pela newsletter da Rede e conhece os novos parceiros e descontos que temos para ti. Se ainda não recebes, para além de teres vergonha, devias tratar do assunto.

Ah, para ganhares os últimos vales de 5 euros, em livrinhos, “Legenda o Burro” e não fiques a apanhar do ar!